Resenha - O Meu Pé de Laranja Lima

quinta-feira, maio 14, 2015 3 Comentários A+ a-



Título: O Meu Pé de Laranja Lima
Autor: José Mauro de Vasconcelos
Editora: Melhoramentos
Nº de páginas: 196
Ano de publicação: 1975
No Skoob: clique aqui
Comprar: clique aqui


Sinopse:
O Meu Pé de Laranja Lima - O leitor vai se encontrar com a história comovente do menino Zezé, de seis anos, garoto pobre, inteligente, sensível e carente. Carente de um afeto que não encontra na família, o endiabrado garoto sai pelas ruas fazendo mil travessuras.
Aprende tudo sozinho, é o "descobridor das coisas". Descobre a ternura e o carinho no amigo "Portuga". Inventa para si um mundo de fantasia em que o grande confidente é o Xururuca, o pé de Laranja Lima. Mas a vida ensina cedo demais, e Zezé descobre a dor e a saudade. "Por que contam coisas às criancinhas?"

Resenha
O segundo livro dessa primeira fase da Olimpíada de Literatura já foi lido! E adivinhem? Fiquei completamente apaixonada por ele! Vocês verão o porque logo mais, nos tópicos abaixo da resenha, okay? 

"O Meu Pé de Laranja Lima" conta a história de Zezé, um menininho de 5 anos que já sabe ler e que, como todos dizem, tem o diabo no corpo (por ser um menino muito arteiro). Zezé apanha muito por ter assim tão atentado, seu pai está desempregado e sua família está passando por um momento difícil, fazendo com que ele se torne uma criança ainda mais carente. Zezé vai para escola com 5 anos, mentindo ter 6 para poder entrar. É um dos melhores alunos da sala e tem uma professora muito boazinha, mas meio feia. Ele também faz um amigo português que ele chama de Portuga, e depois que essa amizade se inicia é ela quem vai direcionar o final do livro.


"A Fábrica é um dragão que todo dia comia gente e de noite vomitava o pessoal muito cansado" 

✖ Avaliação da Escrita: A escrita de José Mauro é simples e é o que mais fez com que me apaixonasse pelo livro.

✖ Avaliação do enredo: O enredo é simples, mas ainda assim você pode dar boas risadas.

✖ Avaliação do protagonista: O Zezé é incrível! É humilde, é uma criança pura e inocente, e o autor consegue transpassar bem isso para os leitores. Inclusive, a estória é contada em primeira pessoa pelo Zezé, então podemos ficar bem próximos dele e compreendê-lo.

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
A simplicidade do livro e do autor tornam tudo mais especial. É um livro muito gostoso de ler, muito divertido. Têm lá seus momentos tristes, mas não deixa de ser um livro incrível do início ao fim. Com certeza é um livro clássico nacional que eu sempre recomendarei.

✖ Considerações finais: Como eu disse a respeito das resenhas de livros clássicos, nas considerações finais teremos uma biografia do autor.

(26/01/1920 - 24/07/1984)
José Mauro nasceu de família nordestina, que migrara para São Paulo. Os pais tinham tão poucos recursos que ele, ainda criança, teve de se transferir para a Nordeste, onde foi criado pelos tios em Natal.
Ingressando na Faculdade de Medicina da capital potiguar, abandona o curso no segundo ano, retornando ao Rio de Janeiro a fim de conseguir melhores oportunidades. Ali, trabalha como carregador de bananas numa fazenda do litoral do estado, instrutor de boxe, e, devido ao belo porte físico, até como modelo pictórico. Há uma estátua sua, do escultor Bruno Giorgi, no Monumento à Juventude, na antiga sede do Ministério da Educação. Em São Paulo, foi garçom de boate. Obteve uma bolsa de estudos na Espanha, mas não suportou a vida acadêmica. Abandonou os estudos depois de uma semana, preferindo correr a Europa. A atividade mais importante que exerceu foi junto aos irmãos Villas-Bôas pelos rios da região do Araguaia, conhecendo o ambiente inóspito e lutando pelos índios .
Estava amadurecido o homem José Mauro, e o resultado disso foi seu livro de estreia, o romance Banana Brava, de 1942, onde reflete o mundo dos homens do garimpo. Mas a obra não alcançou bons resultados na época, apesar de algumas críticas favoráveis. Rosinha, Minha Canoa, de 1962, marca seu primeiro sucesso. No livro Meu Pé de Laranja Lima, de 1968, seu maior sucesso editorial, serve-se de sua experiência pessoal para retratar o choque sofrido na infância com as bruscas mudanças da vida. Foi escrito em apenas doze dias.
E você, já leu algo do autor? Já leu O Meu Pé de Laranja Lima? Se sim, o que achou? Comenta aí! 

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

3 comentários

Write comentários
Abracalibro
AUTHOR
21 de maio de 2015 00:45 delete

Ola! Tudo bem?
Tenho vontade de ler esse livro. Parece un livro interesante.
Gostei muito da sua resenha.
Boas leituras! :-)
http://abracalibro.blogspot.com.es

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
21 de maio de 2015 15:39 delete

Oi! Tudo e você? É um livro muito bacana! Obrigada <3

Reply
avatar
17 de junho de 2016 10:09 delete

eu adoreiii muito obrigado

Reply
avatar

"Comento, logo existo."