Resenha - Desejo à Meia-noite

domingo, abril 19, 2015 3 Comentários A+ a-

Título: Desejo à Meia-Noite
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 272
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui



Sinopse:

Desejo à Meia-Noite - Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

Em primeiro lugar, olá! Eu sou a Andy, a nova postadora do Interesses Sutis! Também sou blogueira, mas não vou fazer propaganda do meu blog~ Eu sou resenhista aqui no blog e vou falar desse maravilhoso história que foi um dos últimos livros que li este ano! Desejo à Meia-noite é o primeiro volume da série Hathaways que vai contar a história de 5 irmãos. Na realidade eu li esse livro bem rápido, tipo em 1 semana, e isso foi no final do mês passado... Mas enfim! 


Resenha 

Tudo começa quando Amélia vai atrás de seu irresponsável irmão mais velho Leo, entre as periferias da sociedade londrina, como ele tinha o terrível hábito de sumir, a irmã acabava o procurando desde que além dela, tinham mais 3 irmãs. Uma noite acaba conhecendo o cigano meio irlandês, Cam Rohan, que é um personagem cativante! 

A história entre esses dois se dá inicio realmente quando a família Hathaways se muda para a propriedade que tinham acabado de herdar em Hampshire, no qual acredita que todos os irmãos poderão ter uma nova vida, algo que pudessem criar mesmo que ela fosse a protetora de todos e sempre buscando não os ferir.

Só que nisso ela se reencontra com Cam Rohan, um homem que vai atrás de seu coração. O livro é gostoso de se ler e tem tiradas engraçadas, minhas preferidas eram com o Leo, o único filho dos cincos irmãos. Mas enfim~~

*Sim meus dedos são gordinhos*

Avaliação da escrita: A Lisa Kleypas tem uma escrita refinada, contando em detalhes como era aquela época, não deixa de ser cansativa e muito menos chata. Ela sempre arranja um meio de te fazer se cativar pelo modo como escreve, com piadas e até mesmo situações que te prendem a todo momento. 

Avaliação do enredo: Minha irmã falava tão bem do livro que quando tive a oportunidade de ler peguei. Ela contou sobre a série inteira que ela já tem e fiquei tentada. Depois de tanto tempo peguei para ler, de inicio o livro começou bem, e a estruturação da história não deixou a desejar, os personagens são bons e estou curiosa em saber mais sobre eles. A história é algo um tanto típico dos históricos: nobres, ricos, jantares e principalmente: o matrimônio! E mesmo assim ela criou uma história completamente única capaz de te fazer ficar mais e mais curioso sobre o desfecho de tudo. 

Avaliação do protagonista: Amélia é uma personagem forte e determinada! O que me fez admirá-la e ficar com raiva.... Ela é uma pessoa que se preocupa demais com os irmãos, sempre querendo manter a compostura, demonstrar que é alguém que tem controle sobre sua vida, não querendo se submeter aos outros, principalmente a um marido! Ás vezes suas atitudes parecem chatas, mas era tudo por causa de suas convicções. Apesar dela ter levado consigo muita coisa a aguentar, no fundo ela nada mais era que uma criança assustada que necessitava de um ombro amigo para chorar. Apesar de sua determinação, ela ainda era uma mulher e isso ficou claro que como todo mundo ela tinha a capacidade plena de chorar, ou seja, ela é uma personagem que pode realmente atrair a simpatia das pessoas e até mesmo alguns podem se identificar pelo modo dela ser. 

✖ Avaliação da capa: A capa é muito bonita, eu admito. Sempre gostei das capas da Arqueiro, não irei que se superaram nessa, mas é algo simples que demonstra quão bonito pode ser. Não tenho muito o que falar sobre ela na verdade, apenas isso: ela é linda!

O que me levou a avaliá-lo como excelente?
De tanto ouvir que é bom, acabei indo ler. Já sabia que seria bom desde que minha irmã tinha bom gosto quando se tratava de históricos. Acabei me cativando a cada capítulo com os personagens, sobre sua história e desejava descobrir mais e mais. O livro se tornou uma leitura ótima e desejo tão logo conhecer a história dos outros irmãos, apesar de mal terem aparecido neste livro com certeza tem algo maior a nos revelar em cada volume a qual pertencem (principalmente o Leo!) 

Considerações finais: Se você espero uma leitura rápida, divertida e para passar o tempo, esqueça! O livro é cheio de mistérios, com um romance, bem, marcante (digamos). O livro é ideal para os amantes de históricos de plantão, com reviravoltas bem legais e um final que não te deixa insatisfeito nem nada, eu ao menos fiquei bem tranquila ao terminar o livro. 

E vocês? Já leram essa série? Sim? Não? Planejam ler? *-----* comentem, ok? :3

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

3 comentários

Write comentários
19 de abril de 2015 23:46 delete

Oi Andy!
Não conhecia esse livro mas achei a premissa bem interessante, e parece que vale realmente a pena, hein? Adorei a resenha hahaha!
Abraços :)
www.chamandoumleitor.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
20 de abril de 2015 09:09 delete

Essa capa destacando o vestido me lembra A Seleção :3

Reply
avatar
20 de abril de 2015 12:58 delete

Olá Andy! Não conhecia esse livro, na verdade nunca tinha ouvido falar :P, e sinceramente romances não me cativam muito, mas esse parece ser legal, a coisa que eu mais gostei foi o modo com que você organiza a resenha, muito bom e explicadinho, tanto que me fez me interessar pela leitura!

Beijos, INconvencional!
{Facebook} {Twitter} {Instagram}

Reply
avatar

"Comento, logo existo."