Resenha - A Seleção

domingo, março 29, 2015 8 Comentários A+ a-


Título: A Seleção
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Nº de páginas: 368
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui



Sinopse:
A Seleção - Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço.
Resenha
Me enrolei muito para ler esse livro, e será assim também com as próximas leituras. Minha vontade de ler mudou? Não! Mas o meu tempo sim, e muito... Sobra pouco tempo para ler, não irá me admirar se eu conseguir ler 1 por mês, pois já será muito. Mas vamos à resenha!

A Seleção é mais uma distopia (a primeira que li). A protagonista chama-se America e é da classe Cinco - se não me engano -. O que significa que as classes sociais vão até o número 8, que é o pior. Ela é uma cinco, não muito longe de um 8. Ela e sua família moram em Illéa, uma cidade doida que foi criada de maneira ainda mais doida após a Terceira Guerra Mundial. Ela é apaixonadinha por um cara, mas ele é Seis, ou seja, inferior à classe dela, e é meio inviável as pessoas casarem com classes inferiores, mas mesmo assim America nutre a esperança de ficar com ele. Acaba dando umas tretas e ela e seu namoradinho secreto brigam. Ela se inscreve na seleção antes disso, à pedido dele. A Seleção é um programa/projeto que todo o país pode assistir. Nessa seleção, são escolhidas 35 garotas (das milhares que se inscrevem). Essas 35 garotas vão para o palácio, junto da família real e o príncipe deve conhecer todas e escolher uma para se casar. Depois da seleção, ele deixa um número pequeno de garotas, que fazem parte da Elite, mas isso já é no segundo livro...

America ama o ex-namorado, mas começa à criar uma amizade com o príncipe Maxon. É óbvio que ela é a especial, a única, que maltrata o príncipe, que não quer ficar com ele, que acha aquela competição ridícula, etc... E é claro que o príncipe se interessa por ela por ser diferente, coisinha de romance, blá blá blá...

Até a metade do livro eu estava achando extremamente forçado, mas depois que essa idiotice de ela ser a diferente passou, eu comecei à ficar viciada no livro. Quero ler as continuações, sem dúvida. Acho que meu cérebro quis resistir áquilo inicialmente, dizendo que era bobo e "romance impossível, que só acontece em filme/livro", mas depois acabou cedendo pelo fato de eu ser menina e sempre acabar caindo nessas coisas bestas, mas legais SAHAHSU...


✖ Avaliação da escrita: A escrita de Kiera é muito simples e fácil de ser lida. A escrita influencia bastante na parte que mostra que é um livro para jovens. Afinal, sem complicações, sem esforços, envolvente.

✖ Avaliação do enredo: Quando peguei esse livro pela primeira vez achei que fosse algo de época por conta da moça de vestido na capa. Mas eu havia esquecido que era uma distopia, ou seja, que se passa no futuro. Achei estranho as pessoas voltarei à política do passado, mesmo no futuro, mas eu gostei do cenário, tornou algo futurístico porém o toque 1800 foi essencial para o romance. Gostei bastante.

✖ Avaliação do protagonista: America, America... Você me deixou muito irritada nos primeiros capítulos. Por que a protagonista tem que ser a que está contra? A que não queria casar com o príncipe? A que odeia o príncipe? A que maltrata o príncipe e que seduz ele por conta dessas atitudes? É algo realmente clichê a personalidade de America, mas a gente aceita... Eu acharia bem mais legal se ela tentasse ganhar, desejasse o príncipe desde o início e tudo mais, ia ser beeem mais divertido, haha.


✖ Avaliação da capa: A capa é linda, perfeita, maravilhosa, esplendorosa e colorida de um jeito neutro que me cativou. Editaram tanto a foto da moça, que o vestido dela parece de mentira, ela parece de mentira e ficou lindo!

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
No começo eu não botei fé alguma, achei que me desagradaria por ser algo jovem e simples demais. Mas depois eu fui achando legal (meu cérebro cedeu e disse "não, você é menina e tem somente 16 anos, você vai gostar"). É algo muito envolvente, você quer que ela fique com o príncipe, você fica feliz, com raiva e triste também. Eu quero ler as continuações! (E já sei que ela fica com o príncipe T.T).

✖ Considerações finais:
É uma leitura divertida, se você está afim de jogar um tempinho fora com algo mais bobinho, vá em frente! Você vai se divertir e entreter facilmente. É uma leitura muito rápida.

E você, já leu A Seleção? Ou a trilogia toda? O que achou? Conta aí nos comentários!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

8 comentários

Write comentários
Shien
AUTHOR
29 de março de 2015 16:22 delete

Oláá, Sara! Como vai?
Por incrível que pareça, eu tenho passado pelo mesmo que você. Estou cheia de livros pra ler (que comprei e peguei emprestado pois acreditava que teria tempo) e até agora só li A Seleção e Desaparecido para Sempre - comecei a ler dois (Confie em Mim e Cidade dos Ossos) e acredita que perdi-os? Eu sou muito azarada, fala sério.
E eu vou ter que concordar contigo na questão de "é um livro bobo, não vou gostar" porque no início era exatamente o que eu pensava. Mas aos poucos fui me aprofundando na história e passei a gostar mais. Acho que foi logo quando começaram a bombardear o castelo, porque a coisa meio que ficou mais séria. Achava que o foco era só a competição, mas a Kiera meio que te deixa curiosa quanto aos ataques. Pretendo ler toda a trilogia, mas vou ter que esperar um pouco. Eu até tenho dinheiro, sabe, mas se eu comprar agora tenho certeza que vou parar minhas leituras e isso não é o que eu quero. Por isso vou esperar um pouco saldkas

OBS: Moça, eu vi que você comprou Confie em Mim! Nossa, eu comecei a ler e eu gostei bastante. Até agora já li dois do Harlan: Desaparecido para sempre (que é muitooo bom) e Não conte a ninguém. Dois ótimo livros.
Beijos!

Reply
avatar
29 de março de 2015 17:26 delete

Oi Sara, eu realmente não criei coragem de pelo menos Tentar... ler esse livro, porque pelas resenhas que eu vejo, a autora foca mais na estória da America e meio que deixa de lado a própria distopia. Não sei ainda... haha. Mas adorei a sua opinião.
Abraços :)
www.chamandoumleitor.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de março de 2015 16:57 delete

Ahh sim, muito livro e pouco tempo. POXA COMO ASSIM VC PERDEU DOIS LIVROS??? DDD': pois é, a Seleção vai ficando mais legal e maneiro depois, aí a gente acaba gostando... aham, eu comprei porque estava LOUCA LOUQUÍSSIMA pra ler algo do Harlan, dizem que ele é um excelente escritor :3
Beeeijocas

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de março de 2015 17:00 delete

Isso é realmente verdade! Mas mesmo assim não deixa de ser legal :s

Reply
avatar
Andy
AUTHOR
30 de março de 2015 19:37 delete

Eu no caso li o livro com 15 anos, e ano passado eu li o 02 e o 03 de uma vez só. A Seleção eu tinha certas expectativas, mas uma leitura no qual seria bem mais aproveitada quando a pessoa lê sem toda aquela esperança de que a sociedade no qual eles vivem seria bem aproveitada. Na verdade o livro eu li em 1 semana, a leitura é rápida, mas eu levei esse tempo por preguiça mesmo, e 2 eu levei 1 mês (olha só a dedicação da menina!) e o 3 levei 3 dias, sim, eu levei 3 dias para ler o ÚLTIMO. O 2 é meio arrastado e na minha opinião melhorou mais na metade pro final, pois a autora sabe como prender sua leitura kkkk

Sua primeira distopia? Eu li poucas, como Destino (por sinal é ruim o livro, já nem tenho mais por que vendi no sebo), eu leria feios (mas no fim nem peguei e vendi no sebo e troquei por outro) e tinha mais um que li, mas não lembro o nome ~ infelizmente. E gosto bastante de histórias futuristicas, desde que tenha uma pegada de guerra, luta, uma sociedade mentirosa. A Seleção foi uma exceção, o romance é bonitinho de se ler e é uma leitura agradável que se pode repetir várias vezes.

E agora tem A Herdeira, quero muito ler *-* e os contos que preciso comprar <3

Ah, e já aproveitando esse comentário (que já tá enorme) e recomendar um livrinho para você: O Duque E Eu! Okay, é um livro histórico, mas menina você tem que ler! É muito engraçado, e a leitura é muito boa, se você não curte muito histórico, não tem problema, mas dê uma chance que você vai se apaixonar por esses 8 irmãos xD

Enfim, concluindo: aproveite a Elite, inicio meio arrastado, mas o fim vale muito a pena. E o 3 tem umas coisas que te surpreendem, acredite. (E mesmo assim a trilogia não é a minha favorita, ao todo a achei mediana u.u)

E meu comentário fica por aqui!
Até o próximo post :P

Www.behind-the-wonderland.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
31 de março de 2015 16:13 delete

Ahhh, eu quero mt ler as continuações... Pra minha primeira distopia e pelo que vejo de resenha de outras distopias de sucesso por aí, A Seleção é bem fraca mesmo... Tá todo mundo adorando esses livros da Julia Quinn, né? eu queria ler o primeiro, quem sabe... SUASHSHU Obg pelo comentário enorme (adoro textões *-*) beijo!

Reply
avatar
sara sem h
AUTHOR
1 de abril de 2015 19:10 delete

Hey Sara! Sumi por um tempo, tava com probleminhas por aqui, mas voltei, haha \o/
Então, eu já vi essa série sendo muito bem falada por vários blogs e canais literários aleatórios, e achei legal que é uma distopia e envolve essa coisa de princesas e tal, jdsiajdsai. Ainda assim, não acho que seja O LIVRO, entende? Como tu disse, foca mais na personagem do que na distopia em si. Não que isso seja ruim, mas não me faz criar tanta expectativa na história.
Anyway, eu o leria, sim; acho que até tenho marcado no skoob. As capas são lindas, muito lindas mesmo *uuu*
Kissus
www.penseicliquei.blogspot.com

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
2 de abril de 2015 14:56 delete

Ooooi, Sara! Aham, eu achei bem legal, mas é longe de ser um livro BOM que vai mudar sua vida depois de ler... São lindas mesmo *---* bjs

Reply
avatar

"Comento, logo existo."