Resenha - O Projeto Rosie

terça-feira, novembro 04, 2014 9 Comentários A+ a-


Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Nº de páginas: 320
Editora: Record
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui (R$ 20,00) 

 
Sinopse:
Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.
Exceto as mulheres.
Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.
Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.
O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.

Resenha
Don é um cara politicamente correto. Ele estipula horários para tudo. Se ele vai dar uma palestra sobre genética em duas horas, 94 minutos serão reservados para lavar o banheiro, 3 minutos e meio para tomar banho e lavar o cabelo, e 2 minutos para vestir-se com jeans convencionais e uma camisa branca. Chegar atrasado na palestra está fora de cogitação.

Até que ele se cansa de ser uma pessoa solitária, e por isso cria o Projeto Esposa. Ele coloca um formulário numa rede de relacionamentos para todas as mulheres interessadas. Nesse formulário estão perguntas como: se bebe, se fuma, se é vegetariana, se prefere carro ou bicicleta, e também tem lá suas perguntas científicas. Se a mulher responde errado, ele já elimina a ficha dela, porque ele está em busca da esposa perfeita.

Então ele conhece Rosie, que é praticamente o contrário de tudo o que ele espera da esposa perfeita. Depois eles conversam e ele já tem em mente que ela nunca será a escolhida, mas ela conta a ele que não sabe quem é seu pai, mas sua mãe diz que foi na noite do baile de formatura que ela foi "concebida", o que faz Don pensar imediatamente que pode ter sido um dos alunos da turma de sua mãe, de 1900ealgumacoisa. Então eles pegam uma foto do terceiro ano e vão atrás de cada carinha possível da sala para recolher algum tipo de amostra de DNA dos caras pra ver se é o pai dela ou não, e isso é o mais engraçado do livro. As aventuras que eles passam pra tentar pegar um guardanapo usado ou para pegar o garfo que o moço acabou de usar.

Depois, Don descobre que ele ama mesmo Rosie e cria O Projeto Rosie, que consiste em conquistá-la e casar-se com ela.

✖ Avaliação da Escrita: O que dizer dessa escrita? É a melhor que eu já vi até hoje, simplesmente pelo fato de que ela me inspira à escrever corretamente. Por Don ser um cara totalmente correto e nada informal, e pela estória ser narrada por ele, o livro tem uma escrita impecável. Depois que eu terminei o meu livro e um tempinho se passou, disse a mim mesma que não conseguiria escrever bem daquele jeito novamente, mas aí lembrei desse livro. Então toda vez que eu precisar de ajuda para escrever bem, basta eu reler O Projeto Rosie.

✖ Avaliação do Enredo: Não é um conteúdo totalmente original. Já foi visto pessoas corretas que queriam pessoas corretas, mas por algum motivo acabaram ficando com a pessoa totalmente o contrário do que eles esperavam, já vi isso antes. Mas você nunca viu isso misturado à genética! E por isso o enredo ficou muuuuito bacana!


✖ O que me levou a avaliá-lo como muito bom?
O primeiro livro da lista dos "muito bons" o// USHUUS... Então, eu particularmente gosto muito desse livro para fins profissionais ou de entretenimento mesmo, porque as aventuras de Don e Rosie são muito engraçadas, mas algo que me irritou bastante no livro é que o Don é TÃO correto que algumas vezes chega a ser chato, cansativo e dar raiva. Por isso eu não avaliei como excelente, porque acho que o autor exagerou um pouquinho no limite da chatice de Don, haha.

✖ Considerações finais:
Se você concorda comigo que a sua escrita fica de acordo com o último livro que você leu, então toda vez que você precisar de inspiração para escrever, leia O Projeto Rosie, pois sua escrita ficará muito boa! #DicadaSaroca - Outra coisa que eu gosto nesse livro é a sua capa linda e fofíssima! <3

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

9 comentários

Write comentários
4 de novembro de 2014 12:21 delete

Olha eu comprei esse livro na Bienal de SP de tanto que as pessoas falaram bem dele.
Até porque também estou nos meus momentos chick-lit e disseram que apesar da história ser narrada por um homem, é muito bom e divertido.
Espero poder gostar, porque pelo pouco que li da sua resenha fiquei bastante interessada em iniciar a leitura. Parabéns =] Eu simplesmente fiquei doida aqui para pegar o meu livro e tenho até que concordar que a arte da capa é bastante fofinha mesmo.

Enfim...

Se cuida linda

lovereadmybooks.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
4 de novembro de 2014 12:39 delete

É muito bom o livro! <3

Reply
avatar
Karla Cunha
AUTHOR
4 de novembro de 2014 13:07 delete

Adorei a resenha, você descreveu o livro muito bem. Eu preciso desse livro, ele parece ótimo agora que li sua resenha (antes parecia um romance qualquer). Amo a ideia de um autor pegar um clichê e transformar em algo legal. E amo quando um livro nos inspira para escrever bem, estudar, correr, coisas do tipo.

The Lord of Thrones

Reply
avatar
4 de novembro de 2014 15:24 delete

Eu NECESSITO ter este livro! Já faz um tempão que eu queria comprá-lo, e essa resenha me deu uma vontade ainda maior. Mas é que comprei já tantos livros esse mês que estou "falida". Foram mais de vinte e ainda falta eu ler 16... Eu tenho que parar com isso!

Beijos, INconvencional!

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
5 de novembro de 2014 03:07 delete

Sim, esse livro é totalmente inspirador! Obrigada! Espero que você possa lê-lo logo *-* <3

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
5 de novembro de 2014 03:08 delete

Nossa, 20 livros em um mês? Eu queria isso UASHHASHSA É sempre assim, a gente sempre tem e compra mais livros sendo que a ainda não leu os que tinha...

Bjs!

Reply
avatar
5 de novembro de 2014 09:08 delete

Que show! Esse livro parece realmente muito bacana. A capa é fofíssima, apesar de não mostrar uma ideia totalmente "original", acredito que iria gosta de ler. Ah...não sei por quê, mas esse projeto me lembro tanto o filme Doce novembro. kkkkk Quero ler algo do Green logo.
Beijos!
Monólogo de Julieta

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
5 de novembro de 2014 14:09 delete

Mas esse livro não é do John Green SHUAHUSAHU Se fosse seriam ruim D: -brinks kkkk

Reply
avatar
Shien
AUTHOR
5 de novembro de 2014 15:55 delete

Socorro, Sara, eu sou apaixonada pelas suas resenhas <3 são sempre tão completas sdjkasjdkl
Esse livro entrou pra minha lista de livro que necessito ler xD Parece ser bem legal, e pelo jeito que você falou, me lembrou O Lado Bom da Vida (okay, pode não ter nada a ver, mas me lembra sajdklasjk).
Como sempre, adorei a resenha <3

Monomania

Reply
avatar

"Comento, logo existo."