Resenha - O Lado Bom da Vida

quarta-feira, outubro 22, 2014 8 Comentários A+ a-


Título: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
Nº de páginas: 256
Editora: Intrínseca
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui (R$ 16,90)




Sinopse:
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


Resenha
O Lado Bom da Vida é uma leitura muito rápida e tem uma capa linda (mesmo sendo da adaptação cinematográfica, o que geralmente estraga as capas). O livro conta a história de Pat Peoples, um homem de trinta e poucos anos que está internado num hospital psiquiátrico que ele chama de "lugar ruim". Após um tempo sua mãe decide tirá-lo da internação e levá-lo para casa. Ele toma muitos remédios (por mais que cuspa fora a maioria deles) e está desde vários anos viciado em exercícios físicos. 
Ele sonha em volta para a sua Nikki, sua mulher. Ou pelo menos era assim que ele a via antes de ir parar no hospital psiquiátrico. Ele não lembra como foi parar no hospital e porque ficou tanto tempo lá, só sabe que decidiu ver o lado bom das coisas e se tornar o marido que nunca foi, ele queria ser um cara em boa forma, uma pessoa gentil e romântica. Ele seria um novo marido para Nikki e atender à todas as expectativas dela. Mas para isso ele teria de esperar acabar o tempo separados, que para ele era um tempo que Nikki pediu até que ele recuperasse a memória.
Tentando entrar em contato com Nikki, ele acaba revendo Tiffany, irmã da esposa do melhor amigo dele. Mas ele não sabe que Tiffany é tão louca quanto ele, só sabe que seu marido morreu e que ela é "uma grande vadia".
Eu assisti o filme bem antes de adquirir o livro, e posso dizer que sem sombra de dúvida o livro é muito melhor, porque o protagonista tem problemas psicológicos e no livro mostra os pensamentos dele e todo o esforço que ele faz para se controlar para não acabar tendo uma crise e voltando para o lugar ruim. Mesmo assim, eu gostei bastante do filme, por mais que bem infiel ao livro, eu achei bem divertido e gostosinho de assistir, haha.

✖ Avaliação da escrita: Achei a escrita do livro bem fraquinha, na realidade. É uma escrita muito simples, como em As Vantagens de Ser Invisível. Mas essa escrita simples tem sempre uma vantagem: Você compreende e termina o livro mais rápido, porque tem sempre vontade de ler o tempo todo. Por isso a escrita é bem agradável.


✖ Avaliação do Enredo: Eu achei o enredo muito bom, é um livro muito fofo e engraçado, pois os pensamentos de Pat são bastante infantis, não são nem um pouco adultos. No filme, diz como ele foi parar no hospital logo no começo, mas no livro, nós só ficamos sabendo no final. Eu acho que o enredo foi muito bem criado, não foi uma estória vomitada e os personagens e as cenas são todas muito bem construídas, além dos pensamentos do Pat, que tem certo desequilíbrio mental. Certas vezes, ele vai descrever uma coisa que está fazendo que ele não acha nada errado, mas você lê e vê que na verdade ele está em situação de risco, mas para ele é tudo muito normal e alegre. É muito legal.

✖ O que me levou à avaliá-lo como excelente?
A capa é linda, o enredo é lindo, e o Pat é lindo (brincadeira). Mas quando o livro acaba você fica "Owwnn... que fofinho". Tem um final feliz, ninguém morre e o mais legal: O Pat consegue ver o lado bom da vida no final também, e por isso acaba como o homem que ele jamais imaginou que seria após sair do hospital, porque ele tinha objetivos e acabou tendo que desistir deles. Eu adorei esse livro, é um dos meus favoritos.


✖ Considerações Finais: A única parte desse livro que eu achava realmente chata, era quando ele começava à falar de futebol americano e do time da sua vida: os EAGLES.
Aaaaaaaaahhh! *ergue as mãos e faz o grito de guerra* Voem EAGLES, voem!
Sério, isso ficou na minha cabeça e agora não sai mais, haha. O pai dele, ele e seu irmão são fissurados pelo time e o livro também gira em torno disso. Como eu odeio qualquer tipo de futebol, essa foi a parte mais chata do livro para mim, por mais que eu saiba um pouco do hino e o grito de guerra dos EAGLES. Isso não significa que eu gostei, HSUUHAHUAS.

Esse foi o livro do Clube do Livro de outubro. E você, já leu O Lado Bom da Vida? O que achou? Gostou dos EAGLES? O que acha da capa? Comenta aí!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

8 comentários

Write comentários
22 de outubro de 2014 15:30 delete

Comecei a ler esse livro, só li até o capítulo dois e parei para priorizar O Diário de Anne Frank, quero muito mesmo acabar Anne Frank e ver logo o final da história, porque quanto tempo ele ficou lá é um mistério para mim.
A capa é linda demais mesmo, foi um dos principais motivos para comprar ele, eu chegando na loja e veja essa capa DIVA com um círculo vermelho escrito "PROMOÇÃO", é de matar do coração mesmo.

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
22 de outubro de 2014 16:18 delete

SUHAHUASHU,eu ia deixar escapar o spoiler de quanto tempo ele passa lá, mas não fiz :x as minhas resenhas sempre tem muito spoiler, tenho que parar com isso HSAHSUUAH Termina Anne Frank logo *-*

Reply
avatar
Karla Cunha
AUTHOR
23 de outubro de 2014 10:01 delete

Eu não li ainda, mas já vi o filme, e adorei o filme. O livro parece incrível, mas as pessoas dizem que é pior que o filme e não tem muito haver. De qualquer forma, ainda quero ler e a capa é realmente muito linda. Adorei a resenha ♥

The Lord of Thrones

Reply
avatar
Jéssica Melo
AUTHOR
23 de outubro de 2014 13:05 delete

Eu vou começar a lê-lo esse fim de semana, espero que ele goste dele como vocês. A historia parece ser bem fofinha e tem tudo para ser muito boa, não sei se vou gostar muito da escrita, porque as vezes escrita simples demais se frusta na leitura, mas quem sabe eu não acabe adorando =)

Visite Meu Mundo, Meu Estilo e My Fluffy Rainbow

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
23 de outubro de 2014 13:50 delete

Nossa, quem leu o filme n viu o livro então D: O livro tem a ver com o filme sim, mas o filme é bem infiel D:

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
23 de outubro de 2014 13:52 delete

Ah, mas é tão legal <3 vai gostar sim! Se eu conheço bem o seu gosto pra leitura, vc vai curtir sim ^^

Reply
avatar
Lucas Freitas
AUTHOR
31 de outubro de 2014 12:22 delete

Já li o livro e concordo, a coisa mais chata foi os "VOEM EAGLES, VOEM!" HAHAHAHA.
O filme na minha opinião, é bom. Mas eles tiraram muita coisa (especialmente quando o filme acaba no meio do livro :p).

http://colecionandouniverso.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
31 de outubro de 2014 14:05 delete

Uhum, o filme não é nada fiel, mas é legal... o livro tbm u.u

Reply
avatar

"Comento, logo existo."