Resenha - Filhos do Éden Herdeiros de Atlântida

domingo, junho 22, 2014





Título: Filhos do Éden Herdeiros de Atlântida (livro 1)
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Número de páginas: 476
No Skoob: Clique Aqui
Comprar (R$ 16,80): Clique Aqui


Sinopse:
Há uma guerra no céu. O confronto civil entre o arcanjo Miguel e as tropas revolucionárias de seu irmão, Gabriel, devasta as sete camadas do paraíso. Com as legiões divididas, as fortalezas sitiadas, os generais estabeleceram um armistício na terra, uma trégua frágil e delicada, que pode desmoronar a qualquer instante. Enquanto os querubins se enfrentam num embate de sangue e espadas, dois anjos são enviados ao mundo físico com a tarefa de resgatar Kaira, uma capitã dos exércitos rebeldes, desaparecida enquanto investigava uma suposta violação do tratado. A missão revelará as tramas de uma conspiração milenar, um plano que, se concluído, reverterá o equilíbrio de forças no céu e ameaçará toda vida humana na terra. Ao lado de Denyel, um ex-espião em busca de anistia, os celestiais partirão em uma jornada através de cidades, selvas e mares, enfrentarão demônios e deuses, numa trilha que os levará às ruínas da maior nação terrena anterior ao dilúvio – o reino perdido de Atlântida.



resenha

Filhos do Éden, ao contrário do que muitos pensam, não é a continuação de A Batalha do Apocalipse (eu tenho esse livro, mas ainda não li). Muitas vezes esse livro me deixou de coração acelerado. Só de saber que o livro fala sobe anjos, arcanjos, demônios e etc, fica bem claro que uma das coisas as quais o autor mais se dedicou na vida foi a leitura da bíblia. O que faz com que o enredo todo não seja muito original, uma vez que normalmente as pessoas costumam não gostar muito de anjos. Ainda mais quando se mistura anjos e guerra ou os versículos do apocalipse na bíblia. 

Kaira (eu adorei este nome, muito característico), a protagonista, faz parte de uma das camadas do céu e é uma mulher importante para o anjos e arcanjos. Porém, ela está presa no corpo de uma mera mortal chamada Rachel. Para libertá-la do corpo sem machucar o corpo hospedeiro, ela, Denyel, Urakin e Levih se metem em diversas aventuras das quais eles não queriam nem um pouco participar, ainda mais Denyel, um exilado.

✖ Avaliação da Escrita: A escrita do autor é muito boa, não deixa a desejar em nenhum momento. Alguns palavrões estão presentes, mas nada do que nós leitores já não estejamos acostumados. Nada a reclamar.

✖ Avaliação do Enredo: O enredo não me agradou muito, por mais que eu tenha avaliado o livro como excelente. O contexto e o desfecho, a ideia de anjos e céu (por mais que eu seja cristã) simplesmente não me atrai de maneira nenhuma. Como eu disse, se você for um bom investigador e investigar a bíblia, ainda mais os versículos do apocalipse, verá claramente que todo o enredo do livro está ali. Os nomes dos anjos estão todos na bíblia. Alguns nomes foram sim criados pelo autor, mas não consigo gostar do enredo.

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
Não foi por causa do enredo, foi por causa das situações e da escrita do autor. Eu sei muito bem o quão difícil é escrever um livro focando em mexer com o psicológico do leitor. Neste livro, eu sorri, eu chorei e meu coração disparou diversas vezes. O que me fez avaliar este livro como excelente foi realmente o trabalho do autor em conseguir isso.

✖ Considerações finais: Eu comecei a ler esse livro e simplesmente não consegui mais continuar por aproximadamente três meses. Algo nele já não me agradava mais, por isso o abandonei. Depois de um tempo, eu resolvi dar mais uma chance e voltei a lê-lo. Em questão de algumas páginas tudo voltou a ser interessante novamente. Mas por causa de alguns momentos chatos e desnecessários que ocorrem no livro, eu não irei dar continuidade a leitura da série. Eu basicamente não tenho interesse em saber como termina, bem como não tenho interesse em ler A Batalha do Apocalipse (por mais que eu o tenha). Talvez eu leia, mas é bem provável que eu nunca mais leia nenhuma obra de Eduardo Spohr.


Gostaram da nova forma de resenha? Avaliarei agora aspecto por aspecto para que vocês possam saber se vale a pena ou não ler o livro em pauta. Espero que tenham gostado. Até a próxima! :-)







Image Map

Você também poderá gostar de

6 comentários

  1. Olha, tá tudo diferente aqui! HUAHAUAHU ficou lindo demais <3 adorei a resenha, e o que você disse de ficar com o coração acelerado e todas as emoções me deixou muito inspirada pra ler porém a história pelo visto não me interessa :/ beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhum... é meio ruinzinha... mas em questão de mexer com emoções é boa! huhsuahsua obg Nay <33

      Excluir
  2. O único livro que li comum enredo sobre anjos foi Fallen, e não gostei muito, e mesmo assim quero dar uma chance a esse. Um livro conseguir mexer com nosso psicológico é tão bom! *-*
    Ah, e o blog tá lindo de cara nova, hehe.
    Sel do Jovens Gordinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele mexe bastante, obrigada *-*

      Excluir
  3. Oie linda, tudo bem?
    Primeiramente tenho que dizer que é minha primeira vez aqui em seu blog e já me agradou muito o jeito que você resenhou o livro, porque vc soube separar seu ponto de vista por tópicos e isso normalmente me agrada muito. Eu gostei bastante de tudo que você falou do livro, mas tenho que confessar que nunca tive vontade de ler essa história. Eu tenho a BATALHA DO APOCALIPSE tbm, mas nem cheguei a pegar ainda, porque não sei se a leitura é complicada e complexa demais. Eu comece a dar uma folheada e algumas coisas nem tinha entendido, mas tinha que continuar pra ver se eu ia gostar ou não. Espero ter a oportunidade . E se vc tiver a chance de resenhar aqui me chama porque eu adoraria ler o que vc achou.

    E outra coisa linda, eu estou seguindo o seu blog viu?
    Amei tudo aqui. Espero que possa me retribuir e que possamos ser boas amigas
    Se cuida e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! se eu ler e resenhar te aviso sim, obrigada mais uma vez pela visita *-*

      Excluir

"Comento, logo existo."